Investimento de marcas em redes sociais aumenta 50%

MEIO&MENSAGEM

Em contrapartida, interação dos usuários cai 5,4% no Facebook e 6,3% no Instagram


 


27 de janeiro de 2021 - 6h00



 


Lives tiveram o dobro de interação em comparação com imagens e o triplo se comparado a vídeos (Crédito: Bigtunaonline/iStock)


Mesmo com as crises econômicas decorrentes da pandemia da Covid-19 e a retomada da atividade de alguns setores ao decorrer de 2020, as redes sociais mantiveram e aumentaram sua relevância em termos publicitários no último trimestre do ano passado.


De acordo com a Socialbakers, o investimento das marcas em anúncios em mídias sociais cresceu 50,3% em comparação com o mesmo período de 2019. Na média mensal, o aumento foi de 56,2% desde o quarto trimestre de 2019. A pesquisa levou em conta dados de investimento em anúncios de 15 mil contas de publicidade no Facebook.


Contrariando os movimentos de boicote ao Facebook em julho de 2020, o quarto trimestre do ano registrou um crescimento de 92,3% do investimento em países da América do Norte.


As plataformas também se beneficiaram com o aumento do custo por clique (CPR) em 35,6% durante o ano, com destaque para a publicidade em vídeo in-stream no Facebook (216,8%). Enquanto o vídeo ganha em relevância dentre os formatos na plataforma, os influenciadores perderam contratos no comparativo com 2019. De acordo com o relatório da Socialbakers, o uso da hashtag #ad caiu 17,6%.


O significativo aumento em investimento publicitário, no entanto, não encontrou eco na reação dos usuários, que diminuíram sua interação em 5,4% no Facebook e de 6,3% no Instagram.


A Socialbakers também destacou entre os dados o setor de comércio eletrônico, que dobrou sua presença publicitária no final de 2020 em relação ao início do mesmo ano e obteve um aumento de 14,4% nas interações no Instagram e de 1% no Facebook, ano a ano.


 


 


**Crédito da imagem no topo: Tracy Le Blanc/Pexels

Voltar