Em missão técnica, comitiva do MCom conhece experiências internacionais do 5G

MCOM

Ministro das Comunicações (MCom), Fábio Faria, chefia visita oficial a Seul, na Coreia do Sul, e a Doha, no Catar. Viagem segue até 4 de setembro


Publicado em 02/09/2021 12h42 Atualizado em 02/09/2021 13h08



 


 


A Missão 5G, chefiada pelo ministro das Comunicações (MCom), Fábio Faria, avançou em mais um nível com a agenda realizada, nesta quinta (2/9) em Doha, no Catar, com o ministro dos Transportes e das Comunicações do país, Jassim bin Saif Al-Sulaiti. A primeira rede 5G do mundo foi lançada no Catar, em 2018, e a missão técnica brasileira busca aprofundar os conhecimentos sobre a experiência de implantação da tecnologia no país. A viagem teve início no dia 28 de agosto, em Seul, na Coreia do Sul, e segue até amanhã (3), em Dohar, no Catar.


"Tivemos uma conversa excelente", avaliou o ministro Fábio Faria. Hoje com 99% de cobertura domiciliar de fibra ótica, o Catar figura como referência para o Brasil do processo evolutivo de implantação e regulação da rede. A agência reguladora catarense e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) têm discutido e estruturado um memorando de entendimentos neste campo. "Também tratamos sobre o uso de tecnologias para garantir acessibilidade e inclusão", acrescentou Faria.


O Catar é pioneiro em 5G, com 99% de cobertura domiciliar de fibra ótica. Conversa excelente com o ministro das Comunicações do Catar, Jassim bin Saif Al-Sulaiti, e com a agência regulatória
- ministro Fábio Fabia


Um dos pontos importantes na agenda da Missão 5G no Catar foi a análise das tecnologias assistivas. Em resumo, elas existem para dispor recursos e serviços voltados à ampliação de habilidades funcionais das pessoas com deficiência — em especial aquelas envolvidas em dinâmicas educacionais. A comitiva ainda debateu governo eletrônico e fomento às aplicações de inteligência artificial.


Novas tecnologias — Na quarta (1º), em viagem a Seul, na República da Coreia, o ministro firmou acordo de cooperação entre os países para o desenvolvimento de novas tecnologias, em especial chips – também chamados de semicondutores. O documento foi assinado com a ministra coreana Lim Hye Sook, da Ciência, Tecnologia da Informação e Comunicação. Em Seul, Faria ainda visitou as sedes da Samsung e da Hana Micron para conhecer a linha de produção e dialogar sobre investimentos.


A missão oficial para Coreia e Catar é a terceira realizada pelo ministro das Comunicações a outros países, para ampliar o entendimento sobre as experiências de implantação do 5G.


 



Texto: Ascom/ Ministério das Comunicações


Voltar