As 10 startups mais promissoras do Brasil, segundo LinkedIn

MEIO&MENSAGEM

Plataforma elenca dez jovens e emergentes empresas que atraíram investimentos e o interesse dos brasileiros neste ano


 


23 de setembro de 2021 - 6h00


 


 


OLinkedIn divulgou nesta quarta-feira, 22, a lista LinkedIn Top Startups de 2021, que elenca dez jovens e emergentes empresas que continuaram a atrair investimentos e interesse dos brasileiros neste ano. São elas: C6 Bank, Neon, Gupy, Kestraa, Mandaê, Loft, Dengo Chocolates, DataSprints, Kovi e Liv Up. Vale destacar que as duas primeiras do ranking são empresas de serviços financeiros.



 


(Crédito: Alexsl/ iStock)


Para definir a lista, o LinkedIn analisou dados da plataforma com foco em quatro pilares: crescimento no número de funcionários; interesse por vagas; engajamento de usuários com a empresa e seus funcionários; e quantos talentos essas startups atraíram das empresas que fazem parte da lista de Top Companies do LinkedIn. Os dados são normalizados entre todas as startups elegíveis. Para serem elegíveis, as empresas precisam ter sido fundadas no máximo em 2013, ter no mínimo 50 funcionários, ser de propriedade privada, independentes e ter sede no Brasil.


O LinkedIn também excluí todas as empresas de recrutamento e seleção, “think tanks”, empresas de capital de risco, firmas de advocacia, empresas de consultoria de TI e gestão, organizações sem fins lucrativos e entidades filantrópicas, aceleradoras e estatais. Segundo a plataforma, as startups que dispensaram 20% ou mais de sua força de trabalho no prazo em que a metodologia foi aplicada (1º de julho de 2020 a 30 de junho de 2021) também são inelegíveis.


*Crédito da imagem de topo: piranka/iStock


 


 

Voltar