Mídia programática digital dá os primeiros passos no rádio

SET

03/08/2022


Anunciantes poderão comprar propaganda no rádio tradicional por plataforma de mídia programática. Novo formato é oferecido por meio de uma parceria entre Xandr, YoungTech e Nextdial.


 


Está sendo apresentada para o mercado de radiodifusão,uma iniciativa que permitirá aos anunciantes comparem mídia tradicional de rádio via plataforma de mídia programática, tornando a compra de rádio ágil, sem burocracia, com relatório de comprovação da veiculação e métricas. A iniciativa de colocar a tecnologia a favor do meio Rádio está sendo oferecida por meio de uma parceria entre Xandr, YoungTech e Nextdial.


“Para a emissora se beneficiar desse tipo de produto, o passo inicial é trabalhar a monetização do streaming dela a partir de agora”, comenta Thiago Fernandes, diretor da Nextdial e um dos desenvolvedores do novo formato de mídia para emissoras de rádio. “A proposta é proporcionar às emissoras no dial um item a mais no seu media kit comercial, que é a mídia programática a partir da venda por impactos, como acontece no digital”, acrescenta o executivo.


A disponibilidade do espaço é identificada pela plataforma Nextdial, que monitora em tempo real o sistema de operações comerciais (OPEC). Com essa informação, os espaços disponíveis são negociados utilizando a plataforma de mídia programática da Xandr. A partir daí, esse pedido de inserção comercial virtual segue o processo normal via OPEC, respeitando todas as regras comerciais da emissora.


“O rádio é um meio forte e muito relevante no cenário publicitário mundial e estamos felizes com a colaboração entre nossa SSP Xandr Monetize e a Nextdial, ajudando a moldar o mercado de anúncios digitais do futuro, que respeita as preferências de privacidade do consumidor, entende as relações dos editores com os consumidores e ajuda os anunciantes a atingir seus objetivos”, afirma Rita Mesquita, Diretora da Xandr no Brasil.


Jorge Fernandes, CEO da YoungTech, destaca que este ano está sendo marcado por constantes recordes de audiência das emissoras, inovações comerciais como a mídia programática no rádio tradicional, estão impulsionando um futuro promissor para o meio rádio. “Este novo formato, certamente, irá contribuir para que o meio rádio cresça ainda mais, posicionando o meio como o que mais se beneficia do digital para gerar novas receitas”, afirma.


Por fim, depois de veiculado, o checking volta para a Nextdial, que vai calcular os impactos com base nos dados de pesquisas realizadas por institutos tradicionais com registro no CENP – Conselho Executivo das Normas-Padrão do mercado de publicidade. Por exemplo, se a rádio tem 100 mil ouvintes por minuto neste break, o spot impactou estas 100 mil pessoas. Esta contabilização de impactos volta para a plataforma Xandr para que o anunciante possa ver o resultado.


 


O modelo, que permite colocar a tecnologia a favor do Rádio, começa a ser implantado no Paraná com foco no Break da Madrugada.

Voltar