Morre, aos 47 anos, o radialista Valdir Moreira

G1-Piracicaba e Região

Ele trabalhava na Rádio Azul Celeste, de Americana. Cobria editoria de polícia.


Por G1 Piracicaba e Região


 


10/09/2017 17h02 Atualizado há 13 horas 



 


O radialista Valdir Moreira, que morreu neste domingo (10) (Foto: Reprodução Facebook)


O radialista Valdir Moreira, da Rádio Azul Celeste de Americana (SP), foi encontrado morto na manhã deste domingo (10) na residência onde morava em Santa Bárbara d´Oeste (SP), pelo Corpo de Bombeiros. Ele tinha 47 anos.


Os bombeiros informaram que há indícios de morte natural, já que não havia sinais de violência e nem de arrombamento na residência do repórter policial. Na página da rádio nas redes sociais, a Azul Celeste informou que ele teve um infarto fulminante.


O prefeito de Americana, Omar Najar (PMDB), se manifestou pelas redes sociais sobre o jornalista que faleceu neste domingo.


“Foi com pesar que recebi a notícia do falecimento do jornalista da Rádio Azul, Valdir Moreira. Mais que um repórter, Valdir era um grande amigo e um grande homem . Minhas condolências aos familiares e amigos que ele deixou”, escreveu o prefeito.


No fim da tarde o corpo do radialista foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para exames. O horário do enterro não havia sido divulgado.


 


 

Voltar